0
(Foto: Divulgação/SBT)
(Foto: Divulgação/SBT)
Danilo Gentili, o presentador do talk-show “The Noite”, do SBT, estreia como roteirista principal no filme “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola”, longa inspirado no livro homônimo de Gentili, com previsão de estreia para o primeiro semestre de 2017.

O apresentador disse que o objetivo da obra era fazer uma crítica ao ensino público brasileiro e que o filme terá uma outra linguagem.
“O filme foi muito baseado na ‘Sessão da Tarde’, naquela época em que se fazia filmes para diversão, sem cagar regra. É o primeiro que realmente adaptei e caprichei muito no projeto. Fiz cinco roteiros antes de chegar ao final. Já colaborei em outros filmes, mas nem fui creditado em alguns”, afirmou.
O longa contará com uma participação muito especial. O Carlos Vilagrán, intérprete do personagem Quico do seriado “Chaves”, fará parte docasting. “Ele vai ser o antagonista do filme, vai ser o diretor do colégio. Quando a gente anunciou que ele estaria no elenco, todo mundo adorou. É um desafio para o Carlos. Ele faz o mesmo papel há 40 anos, nunca vimos ele fazendo outra coisa. Até brinco que os brasileiros já decoraram as falas dele. Ele ainda está falando com sotaque, mas já estamos trabalhando nisso”, contou o apresentador.
Outra que está confirmadíssima no elenco é Joana Fomm. Após fazer um desabafo nas redes sociais pedindo um oportunidade de trabalho, a atriz foi convidada para atuar no filme e já até assinou contrato. “Ela vai ser uma professora de matemática. A personagem dela, inclusive, é bem importante. Toda a história se desenrola por causa dela. Quando ela fez o desabafo, estávamos procurando uma atriz para o papel. Então tudo se encaixou”, festeja Gentili.
“Como se Tornar o Pior Aluno da Escola” vai lançar o jovem Bruno Munhoz, de 12 anos, nas telonas. O estudante foi escolhido pelo Facebook e, segundo Gentili, promete ser uma grande revelação. “Ele apareceu no meu Facebook falando que queria fazer parte do filme. Fizemos uma seleção e escolhemos ele. Bruno mandou muito bem, ele é autêntico e tem tudo a ver com o filme”, garante


Fonte: http://www.otvfoco.com.br/danilo-gentili-fala-sobre-filme-baseado-em-seu-livro-diversao-sem-cagar-regra/#ixzz4ID7wck44

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.