2
primeira mulher presidente do Brasil, sua ascensão e a iminência de uma queda. No Conexão Repórter deste domingo, 21 de agosto, Roberto Cabrini exibirá uma entrevista reveladora com Dilma Rousseff, que foi submetida a muitas perguntas.


Durante três dias o programa acompanhou sua rotina no Palácio da Alvorada - da pedalada matinal às reuniões. O telespectador verá uma mulher em seu momento mais decisivo, confrontada com as mais duras questões. Uma Dilma que poucos conhecem.

 Fotos: Roberto Stuckert Filho/PR

Aos 68 anos, Dilma conta como é enfrentar o impeachment, fala sobre as sessões de tortura que viveu durante a ditadura militar, relata como conviveu com um quadro grave de câncer, além de responder a questões sobre caixa 2, esquemas de corrupção, as traições que sofreu e a relação com Luiz Inácio Lula da Silva. Conversas em ambientes diferentes vão revelando-a em sua essência. Isolada e abandonada por aliados, ela examina o passado, reencontra lembranças sobre as quais jamais tinha aberto sua vida e alterna momentos de visível irritação com outros de profunda resistência.
CONEXÃO REPÓRTER
Neste domingo, à meia-noite

Postar um comentário

Excelente!!! Fora o que temos de normal na política brasileira, que também aconteceu com Dilma, deu para compreender, que é sim, um golpe para acabar com a Lava Jato...Divisor da política brasileira!!!

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.