0
Mais uma denúncia de estupro coletivo assombra o Brasil. No Conexão Repórter deste domingo, 06 de novembro, Roberto Cabrini vai ao encontro de Val (nome fictício), 34 anos, vendedora, mãe de três filhas adolescentes. Uma mulher em desespero, que diz ter sido vítima de sessões seguidas de estupro coletivo, durante anos. Na agressão mais recente, ela foi abordada dentro de um bar e violentada por cerca de dez homens. Seu sofrimento só foi interrompido com a chegada de uma viatura policial. Com o flagrante, ela rompe o silêncio, mantido por tanto tempo por causa do medo e fala a Cabrini sobre a acusação contra cerca de 40 homens, a maioria traficantes. O programa investigou cada detalhe da denúncia e foi aos locais onde a barbárie foi relatada.

Foto: Divulgação/SBT

Para a vítima, a polícia pôs fim à violência, mas ao mesmo tempo a teria submetido a situações de constrangimento e humilhação Preconceitos de familiares, membros de sua comunidade e da sociedade, julgamentos sociais que costumam transformar a vítima em culpada. O telespectador vai entender o estupro e seus tabus no documentário inédito “O Grito”. Tudo isso pouco mais de cinco meses depois do caso de estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos, que chocou o mundo.

CONEXÃO REPÓRTER
Neste domingo, à meia-noite

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.