0
Silvio comentando a própria biografia (foto: Reprodução)
Silvio comentando a própria biografia (foto: Reprodução)
O Programa Silvio Santos do último domingo (01) exibiu uma biografia de Silvio Santos publicada por Mateus Gonçalves no Youtube. Durante a exibição, o próprio Silvio fez comentários sobre o que foi mostrado.
“É mentira!”, declarou ele em determinado trecho do vídeo que dizia que Silvio não vendia canetas. “Eu comecei vendendo capinhas de título de eleitor. Eu ganhava bem. Mas depois eu fui vender canetas e eu ganhava três salários mínimos por dia. Caneta é a melhor mercadoria, comprava doze canetas por 160, vendia por 240, ganhava 80 reais em cada dúzia, vendia 12 dúzias por dia, ganhava 960, e pagava 200 pro farol. Ai você errou”, comentou Silvio.
“Eu fui ganhar 2000 reais por mês na rádio, eu ganhava 960 por dia, você acha que eu ia ser bobo de ganhar isso por mês, três dias de trabalho de camelô? Não! Fiquei como camelô”, disse Silvio em outra parte da biografia.
“Eu não montei circo nenhum! Eu não fui dono de circo. Eu ia no circo com minha caravana, a “Caravana do Peru Que Fala””, corrigiu o apresentador em outra parte da exibição. “Não foi com 60! Se fosse com 60, o SBT está com 36 e eu estaria com 96”, emendou Silvio em parte do vídeo que disse que ele fundou o SBT com essa idade.
Durante a exibição, Silvio “descobriu” que foi Eduardo Cunha quem atrapalhou sua candidatura para Presidente do Brasil. “Não! Era o Eduardo? Ele que atrapalhou? Bem feito, tá em cana!”, brincou.
“Pera ai, quem foi o cara que falou que eu sou misógino? João Vicente, o que que ele faz? Ele é da Globo? Nunca dá emprego para esse cara, marca o nome dele”, comentou o apresentador ao ver entrevista de João Vicente de Castro no Programa do Porchat.

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.