0
Silvio Santos e Iris Abravanel trocam beijo em gravação de programa (Foto: Lourival Ribeiro/SBT)
Desde quando o SBT passou a produzir novelas para o público infanto-juvenil, Iris Abravanel foi encarregada de escrever e adaptar as histórias. A estreia dela como autora, no entanto, começou há 10 anos quando ela aceitou o desafio de escrever Revelação. Atualmente, ela tem se dedicado aos trabalhos da novela As Aventuras de Poliana.
Para à revista Quem, a escritora deu uma entrevista falando sobre a profissão e revelou ainda que sofre preconceitos por ser casada com Silvio Santos, o dono do SBT. “O jogo do contente é uma forma de questionar como lidamos com situações adversas. Eu sofro preconceito. Muita gente questiona se eu preciso trabalhar, se eu não estou tirando o emprego de alguém que realmente precisa trabalhar. Eu preciso trabalhar, sim! Todo mundo precisa. Somos geradores de empregos”, contou ela.
Dedicada, Iris Abravanel disse que pensa no papel importante que desempenha ao escrever uma novela. “Tenho responsabilidade social. A cada novela que faço quero saber quantos empregos estamos gerando. Eu me sinto responsável por isso. Tem vezes que me questiono ‘por que estou fazendo isso?’ – afinal, novela tem um monte de problema para resolver. Aí, penso na responsabilidade social que tenho com meu trabalho”, disse ela.
A autora contou que faz de tudo para manter a privacidade nos dias atuais. “Somos pessoas públicas e, às vezes, acontece de invadirem um pouco da nossa privacidade, mas aí eu faço o jogo do contente (risos). Nossa forma de pensar tem que ser assim, pelo lado positivo. O jogo do contente não é negar as emoções. Temos que vivenciá-las, colocar para fora e não se fechar em uma concha. A vida é muito nobre para ficarmos presos às tragédias do passado. A gente tem que viver o presente, aproveitar o que foi de bom no passado e construir o futuro a partir do hoje, do presente”, revelou.
Ela ainda falou sobre As Aventura de Poliana. ” Essa novela nos ensina que é nas pequenas coisas que encontramos os momentos de felicidade. O exercício do “jogo do contente” é para todos. Renovar a nossa mente a cada dia, e viver contente independente das circunstâncias. Sempre há um motivo para sentirmos gratidão. Pode ter certeza que em um coração cheio de gratidão não existe espaço para amargura”, disse Iris Abravanel.

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.