0
Eliana (Foto: Reprodução)
Quem acompanha a vida da apresentadora Eliana atualmente não deve imaginar os perrengues que a famosa passou no início da carreira. Em reunião comemorativa nesta quarta-feira (29), no SBT, a loira falou dos problemas que teve que enfrentar, das boas oportunidades e o crescimento profissional que obteve na Record.
“Nada caiu no meu colo. Sempre muito fui atrás das coisas”, conta ela ao KTV. “Me lembro quando comecei na TV e que de um dia para o outro o meu programa, o ‘Festolândia’, saiu do ar na SBT. Era uma produção cara e resolveram cortar”, revelou.
“Eu tinha só 17 anos e fui para a porta, com a minha mãe, esperar o Silvio Santos chegar. Corri atrás dele chorando e ele foi andando, enquanto me ouvia. Silvio queria que eu ficasse em casa, recebendo meu salário por mais um ano. Eu chorei, implorei para trabalhar, era o eu queria, trabalhar!”, disse.
Em seguida, ela foi “presenteada” com uma pequena sessão de desenhos. “Nem cenário a gente tinha direito”, contou ela, rindo. Logo depois, o programa foi crescendo e ela continuou firme trabalhando. Anos depois, a famosa deixou o público infantil e aceitou o convite da Record comandar um programa mais adulto.
Eliana e Silvio Santos (Foto: Divulgação)
“Não podíamos mais anunciar produtos para crianças, por conta de uma lei, e os programas infantis foram ficando inviáveis comercialmente”, disse ela. “Foi aí que procurei a direção da Record e pedi para mudar. Eles resolveram apostar em mim. Fizeram pesquisas, mostraram qual seria o caminho”, continuou. “Deu certo. Foi na hora certa. Sou muito grata por essa oportunidade.”

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.