0
Nesta quarta-feira, 05, Danilo Gentili recebe as meninas do “Rouge”. Aline, Fantine, Karin Hils, Li Martins e Lu Andrade conversam com o apresentador sobre a volta do grupo, o sucesso que se manteve mesmo após 12 anos separadas e o início de suas carreiras no reality show “Popstars”. “A gente também está feliz, é um bom momento”, diz Aline. “Eu sentia falta de cantar com elas, porque quando a gente canta tem uma vibe, é algo muito especial”, declara Lu. “A gente ensaiou o primeiro show em 15 dias. Duas horas relembrando as coreografias”, revela Karin. Elas falam sobre o lançamento do novo clipe “Dona da Minha Vida” e cantam palhinhas de grandes sucessos como “Não Dá Pra Resistir”, “Um Anjo Veio Me Falar” e “Blá Blá Blá”.

 Foto: Gabriel Cardoso/SBT

Confira outras frases da entrevista: 


Aline: “Sinto muito orgulho quando vejo a gente no palco. Porque dá muito trabalho dançar ‘Ragatanga’ e cantar ao mesmo tempo” 
Li: “Não somos mais menininhas de 18 anos, então temos vontade de nos expressar como mulheres” 
Aline: “Quando estamos juntas no palco acontece uma magia. Sentimos que nossas vidas se sincronizaram (para a volta do grupo) e, aí, “fomos embora”” 
Fantine: “Foi alívio, tristeza, sensação de perda. Foi como final de relacionamento você sabe que aquilo precisava acabar, mas...” (sobre o término do grupo) 
Karin: “Eu fui com o dinheiro só da ida, não da volta. A sorte que uma amiga emprestou o bilhete único” (para a audição de ‘Popstars’) 
Lu: “houve muito preconceito, até nós lugares que a gente ia. Mas o pop cresceu muito, então hoje as pessoas olham de outra maneira” (sobre cantarem música pop) 
Li: “A gente tinha insegurança, porque via os números (de fãs) na internet, mas não sabia quanto ingressos ia vender” (sobre voltarem com o grupo) 
Lu: “Já aconteceu da minha mãe estar internada e me perguntarem no hospital se o Rouge não ia voltar”.

THE NOITE
Nesta quarta, logo após o Programa do Ratinho

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.