0
Silvio Santos do SBT e Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Silvio Santos do SBT e Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Como já informamos, o SBT surpreendeu os brasileiros ao promover uma frase polêmica em sua programação. A emissora de Silvio Santos resgatou o slogan da Ditadura Militar no Brasil, nos anos 60, apresentando imagens turísticas do país. Aparentemente, o tom nacionalista é em apoio a Jair Bolsonaro.
A emissora exibiu em seus intervalos a vinheta com o slogan “Brasil, ame-o ou deixe-o”. A frase é a mesma utilizada no governo do general Médici, considerado um dos períodos mais repressivos da Ditadura Militar Brasileira. Contudo, após ser detonadas, a emissora de Sílvio Santos optou pela retirada da propaganda.
Jair Bolsonaro dormindo (Foto: Reprodução)
Jair Bolsonaro dormindo (Foto: Reprodução)
“A vinheta com o bordão ‘Brasil, ame-o ou deixe-o’ foi retirada do ar. A emissora cometeu um equívoco de não se atentar que este bordão foi forte na época do regime militar”, declarou a nota enviada pela assessoria de imprensa do SBT. Informações do Extra.
O canal explicou que as vinhetas foram feitas para passar o espírito de união. Foram seis versões diferentes. Todas com as cores verde e amarelo passando em pontos turísticos do país. Em uma delas, é tocado o hino nacional.  “A ideia das vinhetas é passar uma mensagem de união, esperança e otimismo aos telespectadores brasileiros e aos que não são, porém vivem no país”, completou a emissora. Veja:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.