0
Gilberto Dimenstein e Danilo Gentili (Foto: Divulgação)
Gilberto Dimenstein e Danilo Gentili (Foto: Divulgação)
Danilo Gentili viu seu nome envolvido em mais uma polêmica nesta quinta-feira, 03 de dezembro. Tudo por conta de uma antiga briga na Justiça com o escritor e jornalista Gilberto Dimenstein.
Tudo começou quando um juiz, em maio de 2017, deu uma liminar para Danilo pagar multa de R$ 1 mil ao jornalista do Catraca Livre por mensagens consideradas ofensivas em suas redes sociais na primeira fase do processo. Agora, saiu a sentença definitiva e a vitória foi dada ao apresentador do SBT.
O processo se deu por causa de uma crítica feita ao texto do blog do jornalista que comentava sobre uma publicação de Gentili em seu Instagram. No post em questão, o apresentador comparava a sua assistente Juliana Oliveira, que é negra, com um chocolate.
O site então o acusou de “objetificar a mulher,reduzindo-a a um mero pedaço de comida”, além de fazer “uma alusão da cor da pele de Juliana a um chocolate”. Em resposta, Danilo Gentili disparou: “Vocês são burros e não sabem ler? Ou são apenas jornalistas de m… que não conferem as coisas? (…)”. “A mesma Juliana que vocês sequer cogitaram ouvir, mas estão a usando para c… Que vocês e o Dilmainstein (sic) vão pra…”, completou.
Danilo Gentili e Juliana (Foto: Divulgação)
Danilo Gentili e Juliana (Foto: Divulgação)
Dimenstein, no entanto, através de suas redes sociais, criticou Gentili e garantiu que irá recorrer. Em seu perfil no Twitter, ele respondeu uma provocação do contratado de Silvio Santos, que comentou sobre a decisão favorável da Justiça.
 “@GDimenstein você já fez o que a justiça te ORDENOU e pagou os custos do meu advogado? Não né? Então primeiro pague o que deve e só depois venha aqui posar de paladino. Você está em dívida comigo perante a lei. Enquanto não paga lave sua boquinha antes de citar meu nome”, disparou Gentili nas redes sociais, ao comemorar a decisão em seu favor.
 Gilberto então rebateu: “Quem disse que eu não vou recorrer da decisão? Deve lavar a boca quem debocha das vítimas do holocausto, do estupro e do assassinato de gays. Mas ele venceu mesmo: Bolsonaro promete acabar com o politicamente correto. É @DaniloGentili no poder.”
 Apesar de toda a briga após isso, a Justiça entendeu que Gentili agiu dentro do seu direito de Liberdade de expressão e dessa forma, levou a melhor no processo. Além disso, acabaram os recursos para a ação, que agora foi encerrada. Por conseguinte, a vitória é definitiva para Gentili e Dimenstein terá de pagar as custas do processo.
  

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.