0
O The Noite desta quarta-feira, 20 de março, recebe Carlinhos Maia Lucas Guimarães. Os digital Influencers falam sobre o relacionamento de mais de dez anos e a descoberta da sexualidade quando ainda eram adolescentes. “Carlinhos foi o primeiro e único homem que me relacionei”, declara Lucas. “Foram 3 anos ele me dizendo não. Pensei em desistir”, diz Carlinhos. Com casamento marcado para maio deste ano, eles dizem ter escolhido a cidade de Piranhas para celebrar a união. “Sempre tivemos uma conexão com aquele lugar. Costumo dizer que lá a gente sente Deus muito mais forte”, afirma Lucas. “Fernando de Noronha não é tão a gente”, completa Carlinhos. A mãe de Carlinhos, Dona Maria, também participa da entrevista e trará as alianças do casal ao final da entrevista. Carlinhos fala ainda sobre o projeto de seu talk show na tv paga, que deve estrear em breve, e declara: “não me considero um humorista, me considero um apresentador, comunicador”.

 Foto: Gabriel Cardoso/SBT

Confira as melhores frases da entrevista: 


Carlinhos: Conheci Lucas quando trabalhava na lan house do meu tio. Eu não era ‘abaitolado’ ainda. Estava lutando. Todo travado. Eu vim de uma cidade ‘deste tamanho’, do interior do Nordeste, que até para ser ‘viado’, tem que ser ‘viado macho’.
Lucas: Eu sabia que sentia atração. Só o Carlinhos me fez despertar isso. Porque só ficava com mulheres. Mas quando via Carlinhos e estava com a minha namorada, soltava a mão dela.
Lucas: Comecei a me questionar "só consigo ficar com esse cara (Carlinhos) quando consumo bebida"... Mesmo namorando com meninas eu sabia que era incompleto.
Carlinhos: A gente brigou uma vez porque ele pegou uma menina minha.
Lucas: Sempre fomos ousados. Já fomos donos de jornal, radialistas, tudo. (sobre terem batalhado para chegar aonde estão)
Carlinhos: Passou três anos para termos uma relação ‘sem roupa’. Era muito medo. (sobre ele e Lucas)
Lucas: Me assumi há pouco tempo, quando Carlinhos também se assumiu. 
Carlinhos: Deixei para me assumir quando construí tudo, para olhar na cara deles e dizer "hoje nós temos muito mais que vocês e somos gays". (sobre pessoas que os julgavam antes da fama)
Lucas: As pessoas que mais apontavam o dedo para a gente hoje são as que a gente mais ajuda.
THE NOITE
Nesta quarta, logo após o Programa do Ratinho

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.