0
Nesta quarta-feira, 26 de junho, Danilo Gentili recebe Marcelo Falcão. Ele fala sobre seu novo trabalho “Viver (Mais leve que o ar)” e revela que ‘encheu’ três iPhones e quatro iPads de composições. “O arquivo dá 600 e poucas músicas nos últimos 8 anos”, afirma. A respeito da fase solo, declara: “agradeço a vida por ter tido o momento com os meninos do ‘Rappa’, para que nesse momento sabático eu pudesse viver isso com essa banda também”.

 Foto: Gabriel Cardoso/SBT

Falcão recorda o início da carreira e diz já ter feito show para apenas três pessoas em 1992: “um garçom, uma amiga e um segurança”. Sobre seu desejo por novos projetos, brinca: “eu tenho síndrome do Forest gump. Eu sigo, sem planejar. E acaba acontecendo uma nova pessoa, uma nova benção”. Ao falar do nome que construiu, afirma: “é um respeito conquistado pela música. Venho de uma época em que quem fez de verdade vai ser lembrado para sempre. Não tinha truque”. Ele ainda elogia os músicos que o acompanham e declara: “abro mão do meu cachê só pra estar no palco com essa banda”.

THE NOITE
Nesta quarta, logo após o Programa do Ratinho

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.