0
Um homem polêmico diante das mais duras questões. Roberto Cabrini entrevista Luciano Hang no Conexão Repórter desta segunda, 08 de julho. O jornalista acompanha passo a passo a rotina do empresário que virou pop star de direita e registra o ritmo acelerado e as opiniões contundentes, muitas vezes controversas. Presença forte nas redes sociais, ele fala como combina originalidade, bom humor e provocações, com sua voz eloquente e a careca que já é uma ‘marca registrada’. Ele aceita falar sobre tudo e abre sua rotina, suas paixões e segredos. Da família aos negócios. Um dos homens mais ricos do país, listado pela revista americana Forbes com patrimônio de R$ 8,4 bilhões, o empresário diz não gostar de ostentação e chama de fake news as acusações de impulsionar a campanha de Jair Bolsonaro e de dever ao INSS. Cabrini mostra no programa de hoje como o filho de operários de uma cidade no interior de Santa Catarina chegou até aqui.

 Foto: Divulgação/SBT

Confira frases da entrevista: 


“Eu sou careca, narigudo, feio e até me chamam de ‘véio da Havan’, né? Nada disso me incomoda” 
“Às vezes você precisa da guerra para ter a paz" (sobre as polêmicas nas quais entra) 
"Eu sou um ótimo amigo, mas um péssimo inimigo, porque eu não desisto" 
"Se você disser que fez tudo sempre certo, você é um mentiroso" (quando questionado se nunca recorreu a caminhos ilegais para o crescimento da Havan) 
"Eu não trabalho por dinheiro, eu trabalho por objetivo" 
"Eu não seria o Luciano Hang, da Havan, nestes últimos 12 meses aí, se a esquerda não me provocasse"

CONEXÃO REPÓRTER
Nesta segunda, às 23h45 

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.